Neste dia…

13 Fevereiro

Por: António Teixeira

1906

FOTO: D.R.

Professor Agostinho da Silva (George Agostinho Baptista da Silva), nasceu no Porto, fazia hoje 115 anos, filosofo, poeta e ensaísta, falava 15 línguas e 2 africanas. Em 1931, partiu como bolseiro, para Paris onde estudou na “Sorbonne” e no “Collége de France”, regressando em 1933 para lecionar no ensino secundário de Aveiro, onde esteve até 1935. Parte da sua vida, foi passada no no Brasil onde se instalou em 1947 até 1969, regressando a Portugal depois da morte do Dr. Oliveira Salazar. A 12 de Março de 1987, é agraciado com o grau de Grã-Cruz da ordem militar de Santiago de espada. Faleceu em Lisboa no hospital de São Francisco Xavier no dia 3 de Abril de 1994.

1932

Madrid, no bairro de Fuente Del Berro, nasceu o famoso Matador de toiros dos anos 50 – 60 Julio Aparicio Martinez, pai do actual Matador Julio Aparicio. Faz hoje 89 anos. Filho de Novilheiro e bandarilheiro, debutou com cavalos em Puerto Llano (Ciudade Real) no dia 6 de Maio de 1948, cortando 3 orelhas. 19 de Junho de 1949, apresentou-se como novilheiro em Las ventas, doutorando-se em Valência a 12 de Outubro de 1950, apadrinhado por Joaquim Rodriguez “Cagancho” e El Litri que também se doutorou nesse dia. 19 de Maio de 1951, confirmou em Las ventas, Madrid, apadrinhado por Manolo Gonzàlez e El Litri com o toiro de nome “Cachifo” de Moreno Urquijo.

1958

FOTO: D.R.

Nasceu em Santarém Gonçalo Montoya. Faz hoje 33 Anos. Abandonou a carreira de novilheiro e dedicou-se a bandarilheiro, foi aluno da escola de toureio de Santarém, tendo como mestre, Joaquim Grave e César Marinho, tendo sido também aluno do maestro Vitor Mendes.

1998

foto: D.R.

Faleceu o forcado de Santarém, José Manuel Souto Barreiros. Faz hoje 23 anos. Sucessor de Ricardo Rhodes Sérgio, pertencendo a uma família Golganence, foi um cabo de dimensão impar. Foi o 4º cabo do grupo de forcados amadores de Santarém.