Neste dia…

29 de Dezembro

Por: António Teixeira

1959

Foi inaugurado o metropolitano de Lisboa. Faz hoje 61 anos.
Em 2019, o seu trafego, chegou aos 173 milhoes de passageiros.
A velocidade máxima não excede mais de 60 km/hora, que percorrem uma extensão de 44,5 quilómetros.

1994

FOTO: D.R.

Cali, Colômbia, estreia do matador Pedrito de Portugal nas Américas, ensombrada pela colhida mortal do seu moço de espadas, Antonio Suarez Alvarez, quando o toiro ” Marinelo” de Achury Viego, saltou o callejon e atingindo-o mortalmente. Faz hoje 26 anos.

2019

FOTO: D.R.

Praça México, primeira vez que o grupo de forcados amadores de Lisboa ali actuou, maior praça do mundo, na comemoração das bodas de diamante. Domingo 16h30, lidaram os rejoneadores Hóracio Casas, Emiliano Gamero e Santiago Zendejas. Além do grupo de forcados de Lisboa, pegaram ainda o grupo Turlock (EUA) e Mazatlan do México. Faz hoje um ano.

Manuel Marques, com 75 Anos, veste a maioria dos cavaleiros em Portugal, há mais de 50 anos. Alfaiate do Biscainho, Coruche, foi incentivado pela familia Ribeiro Telles, mais propriamente por Mestre David Ribeiro Telles. Para fazer uma casaca, chega a demorar 100 horas, sendo o seu valor por volta dos €1.500, se for bordada com fino arame dourado (canotilho) poderá chegar aos €3000. Além de fazer o trage completo dos cavaleiros, casaca, calção, tricórnio, camisa e o colete, decora também os cavalos com os seus arreios de cortesia, valorizando o encanto das cortesias e das lides. Aos 17 anos deixou o acordeão e pegou no cetim, no giz, na tesoura e no ferro de engomar, tendo ido aprender para a Academia Maguidal em Lisboa. Entre muitos cavaleiros, a Sónia Matias é a cliente mais exigente, devido à sua vaidade. A cor amarelo é a que da mais azar aos toureiros, pois estes nunca a escolhem. A Sónia, nega-se a vestir a casaca vermelha, pois ja caiu 4 vezes com a mesma.